Apresentação Enredo 2019

O Guerreiro faz a vida valer a pena, tentando sempre, desistindo jamais. Tornando o sonho verdade, o erro em acerto, a barreira em passagem, o desespero em solução. Verdadeiro, simples, decidido e objetivo. Compreende a todos, mesmo sabendo que é incompreendido. Com coragem, através da honra, e pelo Amor, sempre! (Daniel Jaoude)

Muitas foram as personalidades que se tornaram imortais por seus atos e pensamentos revolucionários. Em nosso enredo, faremos uma viagem pelo tempo e contaremos a saga de homens e mulheres admiráveis, que através de muitas batalhas travadas com fé, coragem, audácia e determinação mudaram o mundo, atravessaram o tempo e cravaram seus nomes na história como grandes guerreiros.

O Ano de 2019 será regido pelo planeta Marte, que na astrologia é considerado o Deus dos Guerreiros e representa a própria essência do impulso guerreiro necessário para empreender a sobrevivência terrena e tem como seu maior símbolo São Jorge, que no sincretismo religioso está relacionado com Ogum, o orixá Guerreiro. Dessa forma, sob a regência do ano de São Jorge (Ogum) abriremos nosso desfile com uma linda homenagem ao nosso santo padroeiro e maior guerreiro, venerado pelo mundo inteiro.

Seguiremos trazendo outros guerreiros lendários que se destacaram por seus feitos na antiguidade, passando pela idade antiga com o imbatível Alexandre, o Grande, também a idade medieval, conhecida como a era cristã onde surgiram os mártires e santos como o próprio São Jorge, Joana D’Arc, os guerreiros de cristo, como os misteriosos templários, grandes cavaleiros combatentes como Ricardo Coração de Leão, Rei Arhur, ainda os samurais e os inesquecíveis guerreiros da mitologia Greco-romana e Nórdica como Hércules, Perseu, Aquiles, Thor, Ragnar, entre muitos outros lembrados até hoje.

Reservamos um momento do desfile para exaltar a força dos guerreiros africanos, que lutaram bravamente contra a escravidão e libertação do seu povo, com destaque para Zumbi dos Palmares, Rei Ganga Zumba, Dandara dos Palmares, Francisco José do Nascimento (o Dragão do Mar), bem como guerreiros negros militares como Thomas Alexandre Dumas (o Diabo negro), que foi General no exército de Napoleão, Rei João do Congo entre outros valentes negros. Junto com eles, toda a cultura e as crenças religiosas nos orixás.

Destacaremos também movimentos ativistas ambientais mundiais como o Greenpeace, também chamados de guerreiros do arco-íris, por preservar o planeta. Ainda neste contexto de Guerreiros da Paz, traremos os guerreiros sem armas, ativistas que lutaram e lutam por um mundo melhor, pautado na justiça, igualdade, exclusão da miséria, e, principalmente, pela paz mundial, Mahatma Gandhi, Dalai Lama, Madre Teresa, Martin Luther King e Nelson Mandela.

Nosso enredo vai exaltar o povo brasileiro, guerreiros do cotidiano, gente sofrida e aguerrida que sobrevive a todas as mazelas desse país, subjugados por uma política de corrupção e poder, que oferece migalhas no lugar de educação, saúde, segurança, transporte, cultura, valorização do trabalho, enfim, políticas públicas que resgatem o respeito e a dignidade humana.

Com todo respeito e amor pelo samba, reverenciaremos os guerreiros do samba, as escolas de samba de São Paulo e seus guerreiros, que dignificam a história e preservam a essência do samba paulista, que resistem e perseveram com bravura, entusiasmo e determinação, características da alma do sambista paulistano.

Nosso enredo chega ao final falando de todas as pessoas que lutam pela Acadêmicos do Tatuapé. Será uma grande homenagem a essa gente guerreira, que deixa seus lares, suas famílias, que entrega sua vida, seu sangue e seu suor para produzir, a partir dos baixos de um viaduto na zona leste da cidade, espetáculos inesquecíveis. Vamos exaltar os Guerreiros do Tatuapé, nossa comunidade, que com suor, lágrimas, muito trabalho e muito amor vai fazer, mais uma vez, o melhor desfile de nossas vidas.